Deprecated: Function ereg() is deprecated in /home/mundosde/public_html/pg_arquivos.php on line 6

Arquivos




Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 107

Deprecated: Function ereg() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 110

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 160

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 161

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 163

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 166
Segunda-feira, 06 de Abril de 2009

A Todo Vapor

    Caros amigos,

    Após um momento de calmaria, vejo ressurgir novas e revigorantes oportunidades para seguir com o sonho de ser escritor.

    Se existe uma verdade nesse mercado é a de que você não pode simplesmente desaparecer. Escrever um romance consome tempo, meses e algumas vezes até anos e muitas vezes você não pode simplesmente se dar ao luxo de escrever um livro e passar alguns anos sumido enquanto escreve outro.

    Ano passado tive a oportunidade de ser convidado a colocar um conto meu na antologia Anno Domini da Editora Andross. Apesar de já ter escrito minha parcela de contos na vida, eu nunca havia até então publicado nada diferente do meu livro. Ao final, foi uma experiência interessante, me proporcionou o contato com outros escritores e me fez perceber que publicar contos é também uma boa forma de se manter na ativa enquanto o próximo romance não sai.

    Desde então estava parado, quebrando a cabeça para tentar fazer meu novo romance andar. Não tem sido uma tarefa fácil, uma verdadeira montanha russa de altos e baixos, com alguns momentos de inspiração e longos periodos de letargia. Até recentemente ouvir uma noticia.

    A informação partiu de meu amigo Horacio, alguém que tem sido um verdadeiro pilar em minha ainda breve carreira de escritor. Em uma visita a loja ele comentou comigo que estava participando de uma antologia de contos voltada para o gênero Steampunk. Esse foi um assunto que sempre me atraiu, mas pelo qual eu jamais havia me aventurado antes. Porém antes de lhes relatar essa história, acho por bem explicar brevemente do que se trata.

    O Steampunk (steam = vapor) é uma variação da ficção cientifica relativamente recente e que tem entre suas principais obras o livro "The Difference Engine" escrita por um dos pais do Cyberpunk William Gibson. Basicamente o Steampunk lança a seguinte suposição, o que aconteceria ao homem se este tivesse conseguido criar computadores e outras máquinas modernas utilizando a força a vapor? Como seria o mundo, se a dita era moderna tivesse se iniciado 100 anos antes do previsto, por volta de 1850? O mundo Steampunk empresta da história o cenário clássico da Era Vitoriana, adicionando engenhocas e inventos improváveis.

    Apó esse brevíssimo resumo sobre o gênero, sigo com minha história. Como disse ai em cima, fiquei bastante empolgado com o relato do Horacio. Ele porém me informou que os autores para essa antologia estava fechado, o que me deixou um pouco desapontado.

    A boa noticia veio uma semana depois, quando o editor dessa antologia me ligou aqui na loja e comentou que havia ouvido do Horacio o quanto eu me interessara pela antologia. Eu de imediato reafirmei meu interesse e eis que ele me disse que a entrega dos contos estava atrasada, que havia acontecido uma desistência e se eu ainda me interessaria em participar. De pronto aceitei o desafio, mesmo sabendo que teria pouco mais de uma semana para criar uma história inédita, em um cenário que nunca explorei, com pouco mais de 10 páginas.

    Desde então venho trabalhando na tal noveleta. Aproveitei minhas recentes leituras da obra de H.P Lovecraft e resolvi tecer uma homenagem ao autor. Uma vez que ele é uma das referências para o gênero, achei que se tinha de arriscar um novo gênero, porque não experimentar algo totalmente novo. É por isso que nesse conto deixo a capa e espada de lado e me aventuro pelo gênero do horror pessoal.

    Se terei sucesso nessa empreitada? os leitores da tal antologia é que me dirão. Estou empolgado com as possibilidades e curioso para saber o que vai sair dai. Adianto também que a experimentação não termina por ai. Paralelo ao livro ainda recebi um outro convite para uma nova antologia de contos e nela pretendo explorar meu lado da ficção cientifica. Não se preocupem, pois o romance de piratas ainda seguie sendo escrito, mas estou ansioso por saber que novos conhecimentos essas experiências me trarão.

  por Claudio Villa | 1 comentário


Livraria Saraiva Livraria Cultura Livraria Sobrado Siciliano Fnac Livraria Nobel