Deprecated: Function ereg() is deprecated in /home/mundosde/public_html/pg_arquivos.php on line 6

Arquivos




Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 107

Deprecated: Function ereg() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 110

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 160

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 161

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 163

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 166
Segunda-feira, 02 de Fevereiro de 2009

Skoob

    Após um mês de férias do blog (realmente estava precisando me afastar um pouco), volto com algumas poucas novidades e muito trabalho por fazer ainda.

    Quero lhes falar hoje sobre um site, ainda pequeno, que descobri recentemente mas que tem me permitido fazer algumas reflexões interessantes. Acredito também que esse site, se vingar, poderá se tornar uma importante ferramenta de crítica e avaliação do meu trabalho.

    O Skoob (http://www.skoob.com.br é uma espécie de rede de relacionamentos (como o Orkut), mas voltada exclusivamente para o mercado editorial. Nele você cria um perfil e busca (ou cadastra) livros que tenha lido. Você pode então dar uma nota para cada um, escrever suas próprias resenhas e até encontrar pessoas com gostos semelhantes aos seus.

    Para minha grata surpresa, descobri que um dos leitores de meu livro já o havia cadastrado no site (com direito a capa e tudo)e que mesmo algumas pessoas que o leram postaram suas notas. Aproveito inclusive para convidar aqueles que vocês que o leram (e que irão se cadastrar no site) que deixem lá sua nota (sempre sincera) e por que não suas críticas ao livro.

    Espero usar esse site no futuro exatamente como uma forma de medir as impressões das pessoas em relação ao meu trabalho, podendo altera-lo e melhora-lo a medida que for me desenvolvendo. Para quem quiser localiza-lo no site o endereço é o http://www.skoob.com.br/livro/sobre/3100

    Outra coisa interessante que o site me proporcionou foi que pela primeira vez consegui organizar todos os livros os quais me lembro de ter lido. Considerei apenas aqueles que li na minha fase "adulta" (a partir de Duna que li com 12 anos) e que terminei. Livros não terminados não foram listados e só cadastrei como "estou lendo" aqueles que efetivamente estou tentando terminar. O resultado da minha pesquisa me assustou um pouco, pois constatei que até onde me lembro eu li um total de apenas 24 livros.

    Faço mea culpa ao lembrar que houve aqueles que reli algumas vezes (acredito que só o Duna tenha sido relido umas cinco) e que a maioria deles são pequenos calhamaços com 500 páginas ou mais. Ainda sim, achei um numero pequeno.

    Tentei me lembrar porque cargas d´água li tão poucos livros, fazendo um retrospecto em especial dos últimos anos. Percebi que assim como para escrever, sou um leitor notivago, aproveitando aquelas poucas horas antes do sono para ler. Confesso que muitas dessas horas foram perdidas em jogos efêmeros em frente ao computador, mas houveram épocas (as minhas famosas boas fases) onde dedicava esse tempo para escrever e pesquisar.

    Hoje penso que mais importante do que ler muitos livros, é ler aquilo que me agrada ou me interessa. Por outro lado, já me aconselharam a ampliar meus horizontes, ler livros diferentes daqueles a que estou acostumado, experimentar novos autores.

    Até a próxima semana acredito que passarei por uma experiênca nova. Idealizei uma atividade aqui na livraria que a maioria de meus colegas comprou a idéia, uma brincadeira de trocar indicações de livros que pode sucitar em algo realmente interessante. Agora é pagar para ver.

  por Claudio Villa | 1 comentário



Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 107

Deprecated: Function ereg() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 110

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 160

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 161

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 163

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/mundosde/public_html/mysql_connect.php on line 166
Segunda-feira, 09 de Fevereiro de 2009

Anões e Elfos...esses incompreendidos

    Tentando retomar as atividades do blog, hoje abordo um tema até bastante recorrente no que se trata de literatura fantástica. O temido clichê.

    Tudo começou, como muitos dos assuntos que abordo aqui, na comunidade Escritores de Fantasia no Orkut. O alvo dessa vez foram os elfos e anões, ou para simplificar as raças "tolkinianas utilizadas por outros autores em suas obras.

    É consenso que Tolkien não criou nenhuma dessas raças, adaptando-as de outras mitologias para seu próprio mundo de fantasia. O que ele fez foi "popularizar" essas raças, apresenta-las ao mundo uma vez que no passado elas estavam restritas a uns poucos estudiosos.

    Não é de hoje que essas raças (e tantas outras) vem sendo utilizadas por autores de fantasia ao redor do mundo. Pessoas como Margareth Weiss, R.A Salvatore entre outros escrevem livros protagonizados por essas raças a mais de vinte anos, o que não impediu que se tornassem sucesso nos EUA.

    No entanto, o uso dessas raças chamadas "clichê" aparentemente causam pavor em alguns leitores e autores de fantasia nacionais. Nossa literatura fantástica heróica, ainda bastante insipiente e nova, parece ter uma certa xenofobia em relação a esses modelos de história.

    Muitas vezes parece que a simples presença de uma raça "tolkiniana" já torna qualquer história automaticamente clichê, previsivel e por consequência pouco interessante. Muitas vezes essas mesmas pessoas saudam com grande alegria qualquer história que aparentemente crie algo novo, seja uma raça ou um conceito, sem levar em consideração o contexto como um todo.

    Eu entendo essa certa fobia de raças pré definidas. Com o acesso cada vez mais fácil aos computadores e a internet, temos hoje pretensos escritores ao milhares, criando suas próprias sagas de aventura e heroismo. Muitos desses iniciantes literalmente copiam conceitos de jogos de RPG, mangas e do próprio Tolkien sem se preocupar se aquele formato funciona tão bem para a literatura quanto para um jogo de mesa.

    Vejam que não pretendo aqui posar com melhor ou pior do que qualquer outro autor. Venho da mesma escola e cometi muitos dos mesmos erros, sendo que hoje ainda venho buscando corrigir certos vicios.

    Escrever um primeiro livro foi uma verdadeira jornada de aprendizado, jornada essa que esta longe de terminar. Se alguém me perguntasse hoje se eu mudaria algo em "Pelo Sangue e Pela Fé" eu responderia categoricamente que sim. As críticas e as opiniões de amigos (e de não tão amigos assim) me tornaram um escritor mais maduro que esta certo de estar fazendo um trabalho melhor do que o anterior e inferior ao próximo.

    Mas voltando aos outros autores, o que vemos hoje é uma centena deles despejando seus textos em blogs, orkuts, sites e afins. A maioria desses trabalhos não sofreram nenhum tipo de leitura crítica ou trabalho editorial, nos dando aquela sensação de que estamos lendo sempre um pouco mais do mesmo.

    Sempre haverá público para o novo e para o velho e vejo vantagem em ambas as abordagens. Enquanto o uso de algo radicalmente novo pode nos maravilhar, este pode também nos confundir e cansar, sendo muitas vezes algo conhecido com uma nova roupagem.

    O velho nos da uma sensação de familiaridade, de estarmos em casa, assim como pode cair na mesmice e na repetição. Acho que a grande questão não é se temos um elfo ou um homem polvo, mas sim com qual habilidade eles são utilizados.

    Da minha parte pretendo usar os dois, tentando dar a cada um meu toque pessoal. Pode ser que meu mundo tenha sua própria cota de elfos belos e sábios, mas certamente terão alguma coisa que os diferencie dos demais, ou que ao menos os tornem interessantes.

  por Claudio Villa | 3 comentários


Livraria Saraiva Livraria Cultura Livraria Sobrado Siciliano Fnac Livraria Nobel